Síndrome do intestino irritável: Como o superar através da alimentação

A síndrome do intestino irritável (SII) é um distúrbio gastrointestinal muito comum e que se estima afetar entre 10 e 25% da população mundial. Embora as causas ainda não sejam totalmente conhecidas, pensa-se que poderá estar relacionada com desequilíbrios na microbiota intestinal, alguma inflamação e até genética.

Os sintomas podem variar bastante de pessoa para pessoa, mas dor e distensão abdominal, mudança na consistência das fezes, diarreia ou obstipação e gases são alguns dos principais sintomas. Uma alimentação saudável é essencial para gerir estes sintomas.

Neste artigo, contamos a história de José Alves, Diretor do Departamento de Marketing e Growth da Nutrium, e como ultrapassou o Síndrome do intestino irritável com a ajuda do acompanhamento nutricional do Programa de Bem-Estar para Empresas Nutrium Care.

Problemas intestinais e a dificuldade no diagnóstico

José Alves, Diretor do Departamento de Marketing e Growth da Nutrium, começou a ter problemas intestinais desde cedo, mas o diagnóstico tardou a chegar.

“Desde os 12 anos que tinha problemas intestinais, associados a diarreia, desconforto abdominal e imprevisibilidade no funcionamento intestinal. Tinha cólicas fortes em momentos aleatórios”, partilha.

Quando os problemas começaram, o José procurou imediatamente apoio médico, com a ajuda dos seus pais. Acabou por ir a um médico de gastroenterologia que o acompanhou durante vários anos, sem no entanto conseguir uma resolução eficaz.

Ao longo desse acompanhamento, foram muitas as tentativas para mitigar os problemas intestinais do José. Os diagnósticos mais graves, como doença de Crohn e celíaca, foram afastados.

Fizeram-se exames, ressonâncias magnéticas, colonoscopias. Testou-se medicação. Experimentou-se remover o leite e frutos secos da alimentação. Mas nada parecia resultar.

“No fim de tudo, chegámos ao diagnóstico que se obtém por exclusão de partes: síndrome do intestino irritável. Poderia dever-se a muitas coisas: sistema nervoso, flora intestinal, alimentação… E não havia uma solução”, explica o José.

Já em adulto, consultou mais dois médicos, mas sem um resultado diferente. “De certa forma aceitei o meu destino e aprendi a viver com as limitações que tinha. Pensava sempre que podia ser pior”, diz.

Tratar a Síndrome do intestino irritável com alimentação

Depois de 3 médicos e quinze anos a viver com problemas intestinais, o José resignou-se ao seu diagnóstico e habituou-se a viver com limitações, como a diarreia diária, cólicas fortes quase todos os dias, e movimentos intestinais até 5 vezes por dia.

Deixou de experimentar comidas novas com receio da reação do seu organismo, começou a evitar eventos em espaços que não conhecia, pelo medo de não ter acesso a casa-de-banho, e até a sua performance desportiva foi afetada, uma vez que as cólicas podiam surgir a meio de um jogo de futebol e deixá-lo incapacitado.

Depois de quinze anos a resignar-se à sua condição, o José foi trabalhar para a Nutrium e teve acesso a consultas de nutrição gratuitas através do Programa de Bem-Estar para Empresas Nutrium Care, com a nutricionista Márcia Filipak.

“Honestamente não tinha propriamente muitas expectativas de que fosse resolver o problema. Afinal de contas já vivia com isto há mais de quinze anos, visitei médicos, fiz exames, testei medicações… Pelo que fui para a primeira consulta pouco crente que pudesse ter um impacto real na melhoria da minha condição”, confessa.

No entanto, estava enganado: os resultados foram incrivelmente positivos, e começaram-se a manifestar rapidamente.

“A nutricionista Márcia fez-me muitas perguntas em relação aos meus hábitos alimentares atuais, e identificou alimentos específicos que, pelo seu consumo frequente, estariam a contribuir para que o meu intestino não estivesse a funcionar de forma adequada”, explica o José.

Logo após a primeira consulta, fez as alterações que a Dra. Márcia tinha recomendado: deixou de comer pão e iogurtes, diminuiu o consumo de café, começou a jantar mais cedo e a tomar um pequeno-almoço completo.

Estas quatro alterações foram suficientes para ver melhorias numa semana. “O mais incrível é que as alterações foram super suaves, nada disruptivas para com a minha dinâmica alimentar”, diz o José.

Manteve a rotina e o seu funcionamento intestinal continuou a melhorar. Após a segunda consulta, a Dra. Márcia adicionou ao seu plano glutamina pela manhã e probióticos antes de ir dormir - e foi então que as dores terminaram, e os sintomas da síndrome desapareceram por completo.

“A diarreia desapareceu. A minha performance desportiva melhorou muito! Sinto-me com mais pulmão, com mais energia. Para além disso, a minha produtividade melhorou (trabalhar com dores de barriga era desconfortável) e tenho mais paz mental. Já não penso no meu intestino como topo de preocupações quando estou a planear fazer algo. Isto é verdadeiramente incrível”, partilha o José.

A superação depois de anos de doença

José é apenas um entre muitos que não associam os seus sintomas ao síndrome do intestino irritável, ou não procuram um nutricionista para os ajudar a lidar com e problema, mesmo depois de diagnosticado.

“Agora passados 3 meses, é até ridículo pensar que vivi tantos anos com tantas limitações, tanta dor, tanta vergonha, que agora com o acompanhamento da Márcia ficou resolvido!”, reflete. “É estranho pensar que nunca iria a um nutricionista se não tivesse vindo para a Nutrium, e agora resolvi um problema que tive a vida toda!”.

O papel da Dra. Márcia Filipak foi essencial para a mudança na vida do José, e a admiração pelos nutricionistas subiu a pique depois de uma experiência tão positiva.

“Eu genuinamente gostava que todas as pessoas que tenham problemas intestinais visitassem um nutricionista e dessem uma oportunidade. Não digo que por eu ter conseguido resolver o meu problema com acompanhamento nutricional e algumas mudanças suaves na minha dieta que isso vá ser a realidade de toda a gente”, afirma. “Mas acho que há pouco a perder e muito a ganhar”, acrescenta.

Tal como José, outros colaboradores que já usufruíram do Nutrium Care demonstram resultados muito positivos, e sentem que são hoje uma melhor versão de si mesmos.

Conheça também a história de Daniel Almeida, que ganhou peso e massa muscular de forma saudável, ou de André Santos, que encontrou na sua nutricionista a solução para emagrecer 28kg de forma saudável.

Empresas mais saudáveis com o Nutrium Care

Procura um benefício para oferecer aos seus colaboradores e ajudá-los a tornarem-se mais saudáveis e motivados?

O Programa de Bem-Estar para Empresas Nutrium Care pode ser a solução. Um programa de benefícios inclusivo, do qual todos os colaboradores podem tirar proveito, independentemente da sua idade, condição física ou objetivo.

Com o nosso programa, pode oferecer aos seus colaboradores um acompanhamento com nutricionistas de excelência, consultas de nutrição ilimitadas, um plano alimentar 100% personalizado, webinars, workshops, eventos e dias temáticos, e conteúdos exclusivos da área da saúde e nutrição.

E ainda uma aplicação móvel gratuita, que permite um acompanhamento constante e coloca o nutricionista à distância de um clique, em qualquer momento e em qualquer lugar!

Descubra mais na nossa página do Nutrium Care.