Porque a nutrição nas empresas é tão importante?

As empresas estão sempre à procura de novas formas de atrair e reter talentos, bem como de manter os seus colaboradores satisfeitos. Mas, às vezes, os pontos mais básicos são negligenciados e não recebem importância suficiente.

A nutrição é um tema que pode não ser imediatamente associado às empresas, mas que pode ter um grande impacto no bem-estar dos colaboradores, bem como nos resultados.

Qual o impacto da má alimentação nos colaboradores?

A nutrição é a base da saúde e bem-estar de todos. Ter bons hábitos alimentares é essencial para manter um peso saudável, bons níveis de energia e uma saúde mental equilibrada.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) defende que uma boa alimentação é vital para uma boa saúde e um sistema imunológico forte.

Estudos referem que uma alimentação saudável traz muitos benefícios e ajuda a diminuir o risco de várias doenças crônicas, como por exemplo:

  • Obesidade
  • Doenças cardiovasculares
  • Colesterol elevado
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Alguns tipos de câncer

No entanto, embora a nutrição seja importante para todos, muitas pessoas ainda não seguem orientações saudáveis no dia a dia.

Alguns motivos que impedem as pessoas de comerem melhor são a falta de tempo, orientação e motivação.

A falta de orientação é uma grande preocupação, uma vez que muitas pessoas pensam que estão se alimentando corretamente, quando na realidade não estão. A internet e o acesso fácil às redes sociais trouxeram mais informações do que nunca - mas a internet está cheia de informação incorreta sobre nutrição e pode tornar complexa a decisão sobre o que é ou não saudável.

Como a nutrição pode ter um impacto no local de trabalho?

A alimentação pouco saudável, com alimentos com alto teor de sódio, açúcares e gordura saturada, aumenta o risco de baixa produtividade. O consumo de grandes quantidades destes tipos de alimentos pode diminuir drasticamente a eficácia e motivação de um colaborador.

A maioria das pessoas passa cerca de 8 horas diárias no trabalho. E boa parte destas tende a cometer alguns erros alimentares durante a jornada de trabalho. Quem não come um chocolate ou uma fatia de bolo de vez em quando? Quem nunca bebeu café demais e petiscou batatas fritas de pacote ou bolachas durante a tarde?

Numa dieta saudável, há espaço para este tipo de indulgências. No entanto, quando constantes, muitas dessas ações podem ter um impacto real na produtividade dos funcionários. Comer muitos doces, por exemplo, pode causar nervosismo e irritação. Beber muito café pode causar desidratação e levar a uma diminuição do desempenho mental, além de dores de cabeça.

Por outro lado, uma boa nutrição pode ajudar os funcionários a manterem os seus níveis de energia, assim como evitar dores de cabeça e controlar o estresse.

Como as empresas podem investir numa boa nutrição?

Vários estudos mostram que os maus hábitos alimentares podem afetar a produtividade de uma equipe em até 20%. Por outro lado, as doenças crônicas aumentam o absenteísmo e os encargos de saúde.

É claro que hábitos não são fáceis de mudar, mas a boa notícia é que as empresas podem desempenhar um papel educativo junto dos seus colaboradores. A saúde também começa no trabalho, e às vezes bastam pequenas ações.

Lanches saudáveis prontos para consumo

Todos sabemos que trabalhar de estômago vazio é uma missão impossível! E quando a fome aperta, as comida de fast food - ou das máquinas de venda automática - são prioritárias para os colaboradores que não querem desperdiçar seu tempo de trabalho.

Então, por que não oferecer lanches saudáveis que estão a apenas uma “mesa de distância”? Nozes, frutas, snack de grão de bico assado ou até chocolate meio amargo são boas opções para aumentar a energia e a felicidade de seus colaboradores.

Grupos de compartilhamento de receitas

Esta iniciativa pode ser um “dois em um”: pode ajudar a tornar a sua equipe mais saudável enquanto fortalece os laços entre os colaboradores e estimula o espírito de equipe!

Use os canais da sua empresa - Slack, Whatsapp, MS Teams - para promover o compartilhamento de receitas. Você pode até ter um papel como moderador e dar pontos extra às receitas mais saudáveis ​​e nutritivas.

Programas de nutrição

Ao investir num programa que promova a boa nutrição, as empresas podem ter colaboradores mais saudáveis, felizes e produtivos. Estes programas também podem ajudar sua empresa a reter mais colaboradores, e até torná-la mais atraente para novos talentos.

Um programa de nutrição para empresas é uma ótima forma de melhorar a saúde geral dos colaboradores. Pode ajudar a orientá-los e incentivá-los a adotarem novos hábitos alimentares mais saudáveis.

Existem diferentes tipos de programas que oferecem nutrição para empresas. Ainda assim, os mais completos costumam incluir diferentes áreas de atuação, que se complementam para alcançar os melhores resultados.

As consultas de nutrição com nutricionistas experientes costumam ser um dos pilares de um bom programa de nutrição. Estes profissionais podem ter diferentes áreas de atuação, o que os torna ideais para lidar com uma grande variedade de problemas, desde perda de peso até pacientes com doenças como diabetes, colesterol alto ou osteoporose. Mas as consultas de nutrição não são apenas para pessoas com doenças ou excesso de peso: todos podem se beneficiar delas.

Um bom nutricionista pode ajudar com quase qualquer problema, incluindo:

  • falta de energia
  • problemas de sono
  • falta de concentração
  • constipação intestinal
  • melhoria no desempenho esportivo
  • transição para uma dieta vegana
  • alergias alimentares

Se está pensando: 'mas esses programas de nutrição para empresas existem mesmo?', está na hora de apresentarmos o Nutrium Care. Grandes empresas - como a Vodafone, AGEAS e Randstad - já adotaram este programa e estão extremamente satisfeitas.

Através desse programa, você pode oferecer aos seus colaboradores acompanhamento com excelentes nutricionistas, plano alimentar 100% personalizado, workshops, webinars, dias temáticos e conteúdos exclusivos na área de saúde e nutrição.

Na realidade, a educação é outro ponto forte que não deve ser esquecido na hora de escolher um programa de bem-estar corporativo. Mesmo para colaboradores com acompanhamento nutricional nas consultas de nutrição, fornecer ferramentas educativas é importante para solidificar o conhecimento e garantir melhores resultados. Podem ser, por exemplo, webinars informativos, workshops de culinária ou newsletters com receitas.

Algumas empresas também combinam estes programas com iniciativas que promovem a atividade física entre os colaboradores. O exercício tem se tornado cada vez mais importante, considerando os baixos níveis de atividade física registrados em todo o mundo.

Além do impacto no bem-estar físico, essas iniciativas melhoram a saúde mental dos colaboradores, promovendo ganhos em termos de auto-estima, confiança e motivação.

Investir em um programa para prevenir e combater maus hábitos alimentares pode tornar os colaboradores mais saudáveis, felizes e produtivos.


Agora que sabe “porquê”, “o quê” e “como”, dê o próximo passo e tenha voz no sucesso da sua empresa. Todas as pessoas comem todos os dias, mas quase ninguém sabe comer bem. Abrace esta missão e peça à sua empresa para fazer parte da mudança. Contamos com você para assumir um papel educativo e ativo no bem-estar dos colaboradores.