🇵🇹 Como encorajar os seus clientes a comerem mais produtos de origem vegetal

As dietas à base de plantas oferecem uma variedade de benefícios para a saúde, mas muitas pessoas têm dificuldade em comer mais produtos de origem vegetal ao longo do dia. Felizmente, os seus clientes não precisam de eliminar completamente o ato de comer carne por razões de saúde. Eis como pode ajudar os seus clientes a apaixonarem-se por estes produtos.

O poder dos produtos de origem vegetal está aqui para ficar. Graças a muitas ofertas alimentares baseadas em plantas, restaurantes da moda, e trocas de receitas fáceis de seguir, muitas pessoas voltaram-se para este tipo de produtos para reduzir na carne e até mesmo melhorar a sua saúde.

No entanto, manter uma alimentação específica à base de produtos vegetais pode ser difícil, uma vez que eliminar completamente os produtos animais pode não ser sustentável a longo prazo. Felizmente, há mais do que uma forma de comer para a sua saúde, o que é uma ótima notícia para os seus clientes que não estão dispostos a eliminar completamente os produtos de origem animal da sua dieta.

Antes de vermos algumas sugestões úteis sobre como, enquanto profissional de nutrição, pode ajudar os seus clientes a comer mais produtos de origem vegetal*, compreendamos primeiro alguns dos benefícios de saúde e ambientais deste tipo de alimentação.

Benefícios para a saúde da alimentação à base de produtos de origem vegetal

Este tipo de alimentação têm sido referenciadas como o crème de la crème no que toca aos benefícios para a saúde. A seguir indicamos alguns.

  • Melhorias na saúde cardiovascular: Investigações indicam que comer mais alimentos de origem vegetal pode melhorar muito a saúde do coração, uma vez que as dietas deste género estão associadas a menor risco de doenças cardíacas e mortalidade por todas as causas. Isto pode dever-se ao facto de as pessoas que comem mais produtos de origem vegetal terem um menor consumo de carne vermelha e processada e de gordura saturada.
  • Redução do risco de cancro: Verificou-se que as pessoas que seguem uma dieta vegetariana ou vegan têm risco reduzido de certos cancros.
  • Perda de peso: As dietas de produtos de origem vegetal podem ajudar na perda de peso, uma vez que estudos mostram que os vegetarianos e os vegan tendem a ter um IMC inferior comparativamente com aqueles que comem alimentos de origem animal.
  • Diminuição do risco de diabetes: A ciência mostra que as pessoas que têm uma alimentação à base de produtos de origem vegetal tendem a ter um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2 do que aquelas que não seguem tanto este estilo de alimentação. Este tipo de alimentação caracteriza-se também por quantidades elevadas de fibras e antioxidantes, o que significa que podem reduzir a resistência à insulina e melhorar o controlo glicémico.

Coma mais produtos de origem vegetal para ajudar o ambiente

As dietas à base de alimentos de origem vegetal não são só apenas boas para a saúde, como também são amigas do ambiente.

Estudos mostram que os produtos de origem animal alimentam, por si só, as crises climáticas globais, pois estima-se que sejam necessários 1.800 galões de água para produzir 1 quilo de carne. Além disso, a agricultura industrializada produz CO2, N2O, e CH4, que contribuem em grande escala para o aquecimento global.

Investigações sugerem que aqueles que comem mais alimentos com origem vegetal tendem a ter uma pegada ambiental menor devido a hábitos alimentares sustentáveis e ao consumo de menos produtos de origem animal. Estima-se que comer mais dos primeiros e limitar o consumo de carne e lacticínios poderia reduzir a mortalidade e os gases com efeito de estufa em 10% e 70%, respectivamente, até 2050.

Como encorajar os seus clientes a comerem mais produtos de origem vegetal

Agora que cobrimos algumas razões pelas quais as dietas baseadas em produtos de origem vegetal são benéficas, vamos discutir algumas formas de ajudar os seus clientes a comer mais deste tipo de alimentos.

Tornar estes tipo de alimentação divertida

Um equívoco comum em torno da alimentação à base de produtos de origem vegetal é que só é preciso comer saladas. Embora um prato cheio verduras possa ser delicioso, não é a única forma de comer mais destes alimentos! Por exemplo, brasear legumes pode dar um sabor e textura diferentes, e a courgette em espiral tem uma forma única e semelhante à da esparguete.

No geral, o objectivo aqui é ajudar que os seus clientes pensem em frutas e legumes de uma forma diferente; assim que perceberem que comer alimentos de origem vegetal não envolve apenas saladas, podem estar mais receptivos a experimentar novas opções.

Seja consciente das palavras que usa

Quando se começa com um novo cliente, evite usar rótulos (como vegan ou vegetariano) para descrever a alimentação à base de produtos de origem vegetal*. Esta terminologia pode parecer restritiva, e uma vez que o objectivo é fazer com que os seus clientes comam mais destes alimentos como uma mudança de estilo de vida, deve usar termos mais suaves para descrever este estilo de alimentação.

Use uma abordagem não restritiva

Comer mais produtos de origem vegetal não tem de ser tudo ou nada, uma vez que, com esta mentalidade, rapidamente pode sair o tiro pela culatra e tornar um cliente mais resistente a este tipo de alimentos. Em vez disso, pode incentivá-los a adicionar mais alimentos vegetais à sua alimentação atual sem cortar produtos animais.

Crie um plano alimentar bem cuidado

Embora se demonstre que comer mais produtos de origem vegetal tem muitos benefícios para a saúde, o seu cliente vegan ainda pode ficar aquém de nutrientes como a vitamina B12, ferro, vitamina D, cálcio, iodo, ou zinco.

Leia este artigo para saber mais sobre estes nutrientes importantes e como pode abordar esta questão num plano alimentar ou com certos suplementos.

Resumo

Uma alimentação à base de produtos de origem vegetal oferece muitos benefícios para a saúde, mas muitas pessoas lutam para comer mais destes alimentos ao longo do dia.

Apesar de poder ser intimidante para os seus clientes tornarem-se totalmente vegan ou vegetariano, pode ajudá-los a navegar pelo mundo da alimentação à base de produtos de origem vegetal através de palavras e explicações suaves, utilizando uma abordagem não restritiva, e criando um plano alimentar bem cuidado.

Isto não só terá impacto na sua pegada ambiental, como também pode reduzir o risco de doenças crónicas e até melhorar a sua esperança média de vida.

—------

Estamos sempre a trabalhar para lhe oferecer o melhor conteúdo de nutrição, por isso acolhemos qualquer comentário ou sugestão que possa querer partilhar! Contacte-nos através do email info@nutrium.com.

Ainda não experimentou o Nutirum? É agora o momento! Pode testar durante 14 dias, sem qualquer custo, e conhecer todas as funcionalidades. Desde consultas, a planos alimentares, análise nutricional, videoconferência, um website e blog, apps móveis para o profissional e para o paciente, e muito mais! Experimente agora gratuitamente!

References:

  1. Plant-Based Diets Are Associated With a Lower Risk of Incident Cardiovascular Disease, Cardiovascular Disease Mortality, and All-Cause Mortality in a General Population of Middle-Aged Adults. Retrieved May 4, 2022, from www.ahajournals.org

  2. Vegetarian, vegan diets and multiple health outcomes: A systematic review with meta-analysis of observational studies. Retrieved May 4, 2022, from www.tandfonline.com

  3. Comparative effectiveness of plant-based diets for weight loss: a randomized controlled trial of five different diets. Retrieved May 4, 2022, from www.sciencedirect.com

  4. Association Between Plant-Based Dietary Patterns and Risk of Type 2 Diabetes: A Systematic Review and Meta-analysis. Retrieved May 4, 2022, from www.jamanetwork.com

  5. A plant-based diet for the prevention and treatment of type 2 diabetes. Retrieved September 9, 2022, from www.ncbi.nlm.nih.gov

  6. Vegetarian diets best for the environment and human health. Retrieved May 4, 2022, from www.pcrm.org

  7. Substituting beans for beef beneficial for environment. Retrieved May 4, 2022, from www.pcrm.org