🇧🇷 5 passos para conduzir uma avaliação nutricional de qualidade

Conduzir uma avaliação nutricional de qualidade é o primeiro passo para ajudar o seu paciente a atingir suas metas em relação à saúde. Como nutricionista é importante obter as informações necessárias para dar a melhor orientação nutricional possível. Aqui você encontra um guia passo a passo para realizar uma avaliação nutricional organizada e eficiente.

Uma avaliação nutricional é fundamental para entender as necessidades do seu paciente, uma vez que ajuda a desenvolver um plano de acompanhamento nutricional adaptado às suas metas de saúde e bem-estar. No entanto, apesar dos seus melhores esforços, alguns detalhes podem passar despercebidos e fazer com que você sinta que falhou na organização. Isto pode ser devido à falta de alguns passos durante a avaliação nutricional, ou por ter feito isso de forma muito superficial durante a consulta.

Para ajudar a solucionar estes problemas, criamos um guia passo a passo para fazer uma avaliação nutricional de qualidade. Mas antes de entrar nesse tema, vamos primeiro entender por que as avaliações nutricionais são importantes e como você pode garantir que seu paciente tenha o melhor acompanhamento nutricional possível.

Importância de uma avaliação nutricional de qualidade

As avaliações nutricionais são, sem dúvidas, um dos aspectos mais importantes de uma consulta de nutrição.

Este processo lhe dá a oportunidade de obter informações valiosas sobre as necessidades nutricionais e de saúde do seu paciente, assim como os comportamentos alimentares, necessidades de suplementação, nível de atividade física, hábitos de sono e nível de estresse.

Conhecer essas informações é importante tanto para você quanto para o seu paciente, pois sem uma avaliação adequada, você não pode fornecer um plano alimentar de qualidade.

Como criar uma avaliação nutricional de qualidade

Agora que já abordamos a importância das avaliações nutricionais, vamos falar sobre como você pode criar uma avaliação que melhor atenda as necessidades de cada paciente. Aqui está um guia detalhado passo a passo sobre como criar uma avaliação nutricional de qualidade.

Passo 1: Organizar-se

Antes da primeira consulta, você deve ter tudo organizado e pronto para que possa aproveitar ao máximo o tempo com o paciente. Isto pode ser feito a partir de anotações que você tenha à mão ou de ter o seu espaço de trabalho organizado, dar o seu melhor nesta tarefa é importante para conduzir uma boa avaliação nutricional.

Você também pode otimizar seu tempo enviando um questionário aos pacientes antes da primeira consulta. Com o Nutrium, você pode ter informações específicas preenchidas pelo seu paciente com antecedência para que você possa rever essas informações durante a consulta. Saiba mais sobre como pode enviar o questionário pré-consulta através do Nutrium.

Passo 2: Coletar informação

Uma vez que você tenha o questionário, você pode começar a preencher as lacunas que faltam como a altura, peso, IMC e consumo alimentar habitual do seu paciente; o que ajudará a determinar suas necessidades nutricionais e a alcançar suas metas de saúde e bem-estar. Isto também permitirá que você avalie quaisquer deficiências nutricionais que o seu paciente possa ter.

Outro fator importante que deve ser considerado são os hábitos culinários e alimentares do seu paciente. Afinal, se você não dedicar tempo para entender o estilo de vida, os objetivos e as preferências alimentares do seu paciente, você pode acabar criando um plano alimentar ao qual ele não irá aderir. Aqui estão algumas perguntas a serem feitas que vão além das necessidades nutricionais específicas.

  • Quais alimentos você gosta e quais não gosta?
  • Como é a sua rotina diária?
  • Você tem alguma alergia ou intolerância alimentar?
  • Qual é o seu orçamento disponível para gastos com alimentação?
  • Você costuma pular refeições ao longo do dia? Se sim, por que isso acontece?
  • Há outras pessoas que vivem com você que devem ser consideradas no plano alimentar?
  • O que impede você de viver um estilo de vida mais saudável?
  • Você tem algum objetivo específico (físico, mental, ou outro)?
  • Você se sente estressado ou ansioso durante o dia?
  • Como são seus hábitos de sono?
  • Você está usando algum medicamento ou suplemento alimentar?
  • Você tem algum pensamento negativo em relação a alimentos ou combinações de alimentos?
  • Você já fez acompanhamento nutricional antes? Se sim, o que o profissional sugeriu e por que você interrompeu o acompanhamento?
  • Você gosta de cozinhar ou prefere comprar comida pronta/comer fora?

Fazer as perguntas listadas acima pode proporcionar uma visão mais profunda dos hábitos alimentares do seu paciente para que você possa fornecer o melhor acompanhamento nutricional possível.

Passo 3: Contabilizar o nível de atividade física

Além dos hábitos alimentares, a sua avaliação nutricional também deve considerar o nível de atividade física do seu paciente e quaisquer objetivos que ele tenha em relação a isto. Como a nutrição e o exercício andam de mãos dadas, você pode associar os dois para ajudá-lo a atingir seus objetivos.

Por exemplo, se seu paciente quiser se tornar mais atlético, você pode ajudá-lo a ganhar massa muscular aconselhando certos tipos de exercícios e incluindo mais proteínas e alimentos nutritivos no seu plano alimentar.

Dica: O Nutrium facilita e agiliza esse processo com o melhor software de nutrição.

Passo 4: Estabelecer as metas com o paciente

Agora que você tem essas informações, você pode começar a discutir com o seu paciente quais são os objetivos e metas dele em relação à saúde e bem-estar, bem como o que ele espera do seu trabalho. Como não é possível atingir todos os objetivos em uma única consulta, você pode ter mais sucesso fazendo algumas perguntas:

  • Quais são seus objetivos trabalhando comigo?
  • Como você se sente em relação à sua situação atual?
  • O que você espera alcançar com as consultas?
  • Como você se vê daqui a 6 meses (ou um ano)?
  • O quanto você está preparado para fazer algumas mudanças?
  • Você prevê algum obstáculo para alcançar esses objetivos?

A partir dessas respostas você pode começar a implementar as metas SMART, acrônimo do inglês que significa:

  • S: Curtas, específicas e simples
  • M: Mensuráveis e relevantes
  • A: Alcançáveis
  • R: Realistas
  • T: Com duração definida

Esse formato ajudará a dividir a meta principal do seu paciente em metas menores e que parecem mais possíveis de serem alcançadas. Estabelecer (e alcançar) metas realistas ajuda seu paciente a maximizar seu tempo, aumentar a autoestima e a motivação.

Passo 5: Sugerir o diário alimentar

Os diários alimentares são uma ótima maneira de você, como profissional, se manter a atualizado sobre o progresso do seu paciente e ter dados dinâmicos sobre o seu progresso com os hábitos alimentares e com a prática de exercício físico. Isto pode ajudá-lo a ajustar o plano de cuidados com base no que é realista para o seu cliente, tudo sem ter que esperar por uma próxima consulta.

Dica: No Nutrium o diário alimentar já é integrado no app móvel para tornar esse processo ainda mais fácil.

No entanto, o diário alimentar pode não funcionar para todos. Por exemplo, se o seu paciente está em tratamento para um transtorno alimentar, talvez você não queira usar o diário, pois isso pode, em alguns casos, desencadear uma preocupação excessiva com a alimentação e pensamentos negativos sobre os alimentos. Use esta ferramenta conforme sua abordagem e se você achar que ela pode atender as necessidades do seu paciente.

Resumo

Conduzir uma avaliação nutricional de qualidade é o primeiro passo para ajudar o seu paciente a atingir suas metas em relação à saúde. Usando questionários, fazendo perguntas específicas e até mesmo tendo o auxílio de um diário alimentar, você pode proporcionar um cuidado nutricional personalizado que ajudará seus pacientes a atingirem o seu melhor e a alcançarem suas metas.


Estamos sempre trabalhando para trazer o melhor conteúdo sobre nutrição, por isso agradecemos receber sugestões ou comentários que você possa ter! Envie uma mensagem para info@nutrium.com.

Ainda não experimentou o Nutrium? Agora é o momento! Você pode experimentar todas as funcionalidades do Nutrium gratuitamente durante 14 dias, desde consultas, planos alimentares, análises nutricionais, videochamadas, website e blog, apps móveis para o paciente e profissional, e muito mais! Experimente agora gratuitamente!